Comecei a 3 semanas a primeira turma do curso A Revenda 2.0 – Seja a Revenda que todo Varejista deseja. Foram necessárias apenas duas aulas para que o primeiro tema não previsto no curso aparecesse: inadimplência em contratos.

O objetivo desta primeira turma é exatamente esse: refinar o material, entender se o conteúdo programado faz sentido e, principalmente: colher ideias para aperfeiçoar e melhorar o curso. E quer saber: faz todo sentido falar de inadimplência! E sabe porque? Porque esse problema pode detonar o fluxo de caixa da Revenda. E aí não tem planejamento e plano de ação que ajude.

Um revendedor nos disse que sua inadimplência chegou em 43% no último mês. Você não leu errado: 43%. Mas que inadimplência é essa Vitor? Seguinte: a maior parte dos clientes, ao longo do mês paga. De um mês para outro acabam ficando 5 a 10% dos clientes sem pagar. Só que no caso acima 43% dos clientes não pagaram na data.

E você e eu sabemos que isso é muito prejudicial. Imagine que você tenha uma receita de 100.000,00 em contratos para receber todo dia 1 e simplesmente não recebe 43.000,00. Como você paga a folha de pagamento? E demais despesas? Se você tem caixa OK. E se não tem?

O mito do “cortamos o acesso do sistema” em caso de inadimplência

Eu sei que você pode fazer isso. Aliás, cortar o acesso é o mais recomendado mesmo. O problema é o seguinte: você vai mesmo cortar o acesso de 43% dos clientes? E se eles ficarem bravos e resolverem cancelar?

E se a grande maioria deles nunca deu trabalho e resolveu dar agora porque a economia de sua região balançou este ano?

Estas dúvidas estão na cabeça do revendedor. Ele tem receio de cortar o acesso na grande maioria dos casos e perder o cliente. E eu não tiro sua razão. Com a concorrência vendendo automação a preço de banana é fácil o cliente simplesmente contratar outra solução pela internet mesmo e seguir adiante. Então o que fazer? Que tal seguir os 4 passos abaixo?

4 passos para você diminuir a inadimplência da sua Revenda em contratos

DICA: ANTES DE COMEÇAR LIBERTE-SE DO SEU PRECONCEITO EM ACHAR QUE SEU CLIENTE NÃO VAI TOPAR FORMAS ALTERNATIVAS DE COBRANÇA. LARGA A MÃO DE SER “VELHO” E ABRA SUA CABEÇA!

Até porque, você acha que a sua equipe comercial vai adotar se você estiver com preconceitos? E se eles não comprarem a idéia como vão vender? Por mágica?

Faça seu cliente pagar no cartão de crédito

Já sei que a primeira resposta será: o cliente PJ não paga no crédito. Ele não tem limite para isso ou prefere deixar o limite do cartão para outras coisas. Será mesmo? E que tal o exemplo da Conta Azul que fecha 2.000 novos clientes por mês tudo pelo cartão de crédito. Você não acredita? Ouça a entrevista do Vinicius Roveda, CEO da Conta Azul abaixo:

https://www.likeaboss.com.br/episodios/vinicius-roveda-ceo-da-contaazul-software-como-servico-de-classe-mundial/

E claro que haverá a seguinte argumentação: a Conta Azul é exceção. É mesmo? E que tal a myrp? Iguais aos dois já estivem vários.

Dê desconto para pagamento a vista

É comum as empresas que ofertam software com mensalidade dar a opção de pagamento a vista, trimestral ou semestral, todos com descontos agressivos. Pense comigo: não é melhor receber tudo a vista com 10 ou 15% de desconto do que correr o risco de não receber parcelado?

Veja abaixo a página de pagamentos do Conta Azul. Um ótimo exemplo de como ofertar diversas formas de pagamento e opções vantajosas para o cliente final

Pagina de pagamentos conta azul. Saiba mais em www.contaazul.com.br

Automatize seu processo de cobrança

É humanamente impossível gerenciar 200, 300, 400 contratos na mão. Você acredita mesmo que seu financeiro gosta da saga mensal do “emite boleto, imprime boleto, põe na carta, sela a carta e leva no correio”? Ah, mais eu mando tudo por e-mail. E alguns clientes insistem em dizer que não receberam não é mesmo?

Existem ferramentas que podem automatizar todo este processo, desde o carrinho para controle das assinaturas incorporado em seu site até o envio programado de boletos, boletos com vencimento alterado, etc…

Uma destas empresas é a Vindi, líder no Brasil em gestão de pagamentos de contratos. A plataforma da Vindi pode automatizar todo o processo de cobrança de suas assinaturas, sejam estes pagamentos via cartão de crédito, boleto, débito em conta e outras opções.

Faça testes com alguns clientes

E depois “tombe” toda a carteira. Quem foi que disse que você precisa migrar tudo de uma só vez? Porque 8 ou 80? Você sempre fez de uma forma e não é obrigado a tomar uma decisão de virada de chave tão brusca. Faça aos poucos e vá aprendendo com os erros.

Você não quer menos inadimplência? Então comece a testar as possibilidades já!

Uma resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.