Fala pessoal! Chegamos hoje ao último Post da Série – Porque Vendas é Método e não sorte. E o tema não poderia ser diferente: pós venda.

Muitos vendedores confundem o tema pós venda com uma ligação para o cliente perguntando: e aí, está tudo bem? O cliente diz: sim, está tudo bem. E o vendedor prontamente fala: legal, se precisar de algo estou aqui. E NUNCA mais fala com o cliente.

Isso não é Pós Venda. Pelo contrário: isso pode até frustrar alguns clientes, em especial clientes que pagam contratos de mensalidade, serviços, etc…

Para fazer um excelente pós venda é necessário entender o método e o objetivo por trás do pós venda, que é simples e claro: manter o cliente feliz na empresa, comprando de novo, e de novo, e de novo… Ou seja: é garantir que sua empresa seja sinônimo de investimento bem feito pelo seu cliente e, com isso, garantir que ele continue investindo dinheiro nela e em você vendedor.

Dito isso, é preciso que você vendedor entenda o seguinte: lembra da Parte 3, quando falamos que você precisa preencher um formulário de pedido super detalhado para o seu time de instalação / implantação? Pois bem: se você fez isso direito é bem provável que o cliente de fato recebeu aquilo que você vendeu.

Entendido isso, você pode então colocar na sua agenda um contato com o cliente para 1, 2 ou 3 dias depois da entrega do projeto, por exemplo. Só que, antes de ligar, você vai lá na sua equipe de instalação e pergunta: e aí, foi tudo bem? Tá tudo certo? Cliente gostou? Tem algo pendente? Se sim, quando vamos entregar e resolver?

Você se prepara, para não ligar para o cliente sem informação. Aí você liga, responde as dúvidas dele sobre os pontos que coloquei acima e propõe uma nova reunião. Nessa próxima reunião você vai levar para ele conhecer novos produtos e serviços que ele AINDA não comprou. E você vai justificar o porque de mostrar isso para ele agora, detalhando os benefícios que ele vai obter comprando esses novos produtos e/ou serviços.

Pode ser que ele não compre de cara, e está tudo bem se isso acontecer. O objetivo é começar a deixar o caminho “livre” para novas vendas e principalmente: deixar o cliente ciente de tudo o que você oferece e tem para ele. Inclusive, esse tipo de contato é super importante TODAS as vezes que sua empresa lançar um produto e/ou serviço novo.

O primeiro a saber disso precisa ser seu cliente da carteira, por respeito. E se não for pensar só por respeito, pense em retenção, em manter o cliente com você por mais tempo. Basta pensar da seguinte forma: se estou oferecendo esse novo produto e ou serviço para novos cliente e eles estão gostando, porque meu cliente da carteira também não gostaria de ter esse produto ou serviço?

Um cliente da carteira precisa ser tratado sempre como se fosse um cliente novo, com uma única diferença: ele tende a comprar de você mais fácil. E você, se foi mesmo um vendedor campeão, vendeu o que ele precisava e sua equipe de fato entregou, certamente você terá sucesso com essa estratégia.

E chegamos ao fim dessa série. Espero que você tenha gostado e que, depois dela, você tenha se tornado um vendedor melhor, com mais produtuvidade, sucesso e dinheiro!

Boas vendas sempre!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.