Grandes conquistas ficam mais fáceis se você dividi-la em pequenas vitórias. E com suas metas não é diferente. Um mês é um período muito grande para analisar. Então eu te pergunto: quanto você precisa vender hoje?

Talvez você não saiba responder essa pergunta de bate e pronto. É compreensivo. Mas eu posso te garantir sem medo de errar: ter essa resposta na ponta da língua é uma das ferramentas mais eficientes para que você consiga, enfim, bater suas metas com consistência.

Pensando nisso, preparei um roteiro abaixo para te ajudar a fazer essa análise com facilidade.

Suponha que sua meta de vendas seja de 55.000,00 mensais.

O primeiro passo para saber quanto você precisa vender é saber, neste mês, quantos dias você trabalhará. Ex.: se você trabalha de 2a. a 6a. precisa saber quantos dias úteis o mês terá. Se trabalhar por escala, precisa saber quantos dias trabalhará no mês.

Para facilitar vou pressupor que você trabalhará 22 dias no mês.

Logo, dividindo 55.000,00 / 22 temos 2.500,00 por dia.

Portanto, sua meta é de 2.500,00 / dia.

Porém, hoje é dia 21/07. E vamos supor que, até hoje, você vendeu 40.000,00.

Se você trabalha de 2a. a 6a. significa que, até o final do mês, você ainda terá 8 dias para trabalhar.

Então, a conta a se fazer é a seguinte: 55.000,00 – 40.000,00 = 15.000,00 / 8 = 1.875,00.

Veja só: nesse momento suas vendas realizadas anteriormente permitem que você trabalhe com uma venda menor a partir de agora, de “apenas” 1.875,00 por dia.

E porque saber essa informação é importante? Para que você possa se planejar.

Como assim Vitor?

Eu explico. Imagine que você está com folga nos números, trabalhando com tranquilidade para bater a meta. Isso significa que você “administrar” uma parte de suas oportunidades, para que estas vendas ocorram em Agosto.

Entretanto, se você está precisando vender mais, você pode fazer contato com clientes que estão analisando sua proposta e tentar antecipar essas vendas para julho, negociando prazos de pagamento e até descontos (desde que autorizados) para estimular os clientes a comprar antes.

Quando você tem ciência e clareza sobre sua situação atual, bater uma meta fica mais fácil, administrar um fechamento de mês torna-se preciso e negociar com seu gerente melhores condições para clientes indecisos fica mais fácil.

Agora, imagine que haja uma premiação em jogo para vendedores que baterem 100.000,00 mensais de vendas.

Se você está acostumado a vender 55.000,00, como vender 100.000,00? Contando com a sorte? Não, nada disso. Vendendo mais por dia.

No exemplo acima (meta de 55.000,00) precisava vender 2.500,00 por dia para bater sua meta. Agora, para conquistar o prêmio você tem que vender 100.000,00 / 22 = 4.546,00 arredondados.

E aí, vai encarar o desafio? Acha possível ou não?

Entre nós, não é mais fácil vender 4.546,00 por dia do que 100.00,00 em um mês?

Mas Vitor, a qualquer momento pode aparecer um cliente que “salva” a minha meta, certo? Sim, mas você não pode contar com isso. Senão nunca sairá do lugar.

Pensa assim: você vem vendendo 4.546,00 todos os dias e está perto de ganhar seu prêmio. Aí, chega no final do mês aparece um cliente que compra 20.000,00. Cara que fantástico! Você não vai bater a meta, você vai destruir ela! Que bom para você e para sua empresa não?

A sorte é amiga de vendedores que se planejam e tende a ser grande inimiga de vendedores que contam com a sorte apenas.

E você, de que lado quer estar: dos vendedores pitbull, das lendas da empresa que destroem metas ou daqueles que ficam no cafezinho se lamentando que não tem dinheiro para nada?

A escolha é sua.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.