Olá caro amigo vendedor! 

Começamos hoje mais uma série dividida em 4 partes, destacando 4 sabotadores que fazem com que um vendedor com grande potencial não se torne um vendedor 4.0. 

E, para começar, o primeiro sabotador não poderia ser outro que não a desorganização.

De certa forma, a desorganização é motivo de “fetiche” para vendedores com mais tempo de rodagem. Para alguns, ser desorganizado faz parte do dia a dia do vendedor e essa não deveria ser uma característica capaz de impactar os seus resultados. Aliás, pelo contrário: a desorganização faz parecer que esse vendedor está sempre trabalhando para caramba, e vende tanto e tem sempre tanta coisa para fazer que não consegue, em hipótese alguma, ter mais organização no seu dia a dia.

Não poderiam estar mais enganados. Vendedores desorganizados não só produzem menos do que poderiam como passam, a partir de certo momento, a virarem motivo de chacota por parte de pares de trabalho, gerentes, clientes e até da família, ficando conhecido como o “bonachão” que todo mundo gosta, mas que todos têm sempre um pé atrás para aquilo que fala e faz.

Esse tipo de vendedor é ruim? Não exatamente. Ele até produz resultado mas sua performance está sempre prejudicada pela desorganização. E o pior é que quem sabe disso lamenta. Pelas costas, os comentários são sempre os mesmos: ele é bom mas… Olha que venda bagunçada…. Putz, mais uma venda do XPTO, ferrou!

Se você chegou nesse ponto do texto e se reconheceu como um vendedor desorganizado peço que não se ofenda com as coisas que estão escritas aqui. Na verdade, quero que você reflita comigo: seus resultados são bons, poderiam ser muito melhores, mas entenda que vender de qualquer jeito é prejudicial para você e para a sua empresa. Isso porque sua responsabilidade não é só vender. Você precisa explicar com clareza o que vendeu para que as demais áreas da empresa possam trabalhar e atender bem seu cliente.

Nesse ponto você certamente está pensando assim: Ok Vitor, já entendi. Preciso ser mais cuidadoso e organizado. Mas você não está aqui no meu dia a dia. Não sabe o quanto é corrido. Se estivesse no meu lugar saberia que não tenho tempo para fazer o que pede. Se eu for cumprir todos os processos da empresa como está me pedindo eu não vendo.

Pois é. Todas essas são crenças limitantes. Coisas que você colocou na sua cabeça, mas que não são verdades absolutas. Aliás, muito pelo contrário. Você só pensa assim porque nunca ninguém te mostrou um jeito diferente de fazer.

A primeira coisa que você precisa ter em mente é que o primeiro passo para você se organizar é uma coisa simples e que você, a vida toda, relutou para usar: agenda. Você precisa entender que ter uma agenda é fundamental para você se tornar um vendedor organizado.

Entendido isso, é importante você entender que sua agenda precisa funcionar

Ficou confuso? Não tem problema. Vamos explicar melhor.

Muitos vendedores se recusam a adotar uma agenda de papel ou eletrônica porque dizem que não é preciso. Afinal de contas, lembram de tudo e o que precisa ser feito está na cabeça.

Certo. Então porque você está sempre esbaforido? Porque sempre chega atrasado e está sempre em débito com os clientes? Porque você precisa atender ligações urgentes sempre que está no meio de reuniões importantes? E o principal: porque sua cabeça nunca está onde deveria estar? Porque ao invés de você prestar atenção no seu cliente agora, você está preocupado com o que você precisa fazer?

Isso acontece porque sua rotina é uma bagunça. De novo: não é minha intenção ofendê-lo. Sua rotina é uma bagunça única e exclusivamente por sua responsabilidade, por não organizar as coisas com tempo suficiente para fazê-las.

Uma expressão que aprendi com um amigo e gosto muito de dizer é: não dá enfiar São Paulo (cidade com 12 milhões de habitantes) dentro de Jundiai (cidade do interior com 600.000 habitantes). Ou seja: se é impossível fazer tantas coisas num dia só porque você assume compromisso para fazê-las? Ah, você gosta de desafios e quer provar que dá conta? Muito inspirador. Só que no mundo real ninguém se importa com sua corrida contra o relógio, a não ser você e o seu ego. As pessoas a sua volta se importam única e exclusivamente com o resultado (e a qualidade dele) que você gera.

Seus pares de trabalho só querem que suas vendas sejam menos turbulentas. Seu chefe só quer extrair ainda mais resultado de você e sua família só merece uma condição de vida melhor. Então pare de tentar provar para você mesmo que você é alguém que você não é e foca em melhorar seus resultados sendo mais organizado. 

E, se tudo isso que eu te disse ainda não for suficiente para te convencer, reflita sobre isso: você acha realmente que seu tempo é mais importante do que o dos outros? Porque é essa a impressão que você passa quando se compromete e não cumpre, quando chega atrasado, quando não dá retorno.Vitor, eu já entendi mas não faço ideia por onde começar. Então, para você, tenho uma ótima notícia: eu criei um método para levar vendedores comuns a atingirem seus sonhos através das vendas, sejam eles quais forem. O Jornada do Vendedor 4.0 é indicado para você que sabe que pode melhorar, que está insatisfeito com os resultados que obtém mas não faz ideia de como (e por onde) começar. Clique aqui e saiba mais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.